Share price at 11:00

-0.15 - -5.45%

Share price information delayed at least 15 minutes

Governance

Governança

  • Como uma empresa UK Plc cotada no mercado AIM da Bolsa de Valores de Londres, a transparência é obtida de forma semelhante para todos os acionistas, dado que a Empresa cumpre todos os requisitos de comunicação
  • Adere ao Código de Governança Empresarial QCA
  • Os interesses dos administradores estão alinhados com os dos acionistas, pois investiram quase 10 milhões de libras em dinheiro na empresa e detêm participações totalizando 22 %

A nossa abordagem responsável

O Conselho reconhece a importância de uma governança empresarial sólida proporcional à dimensão e natureza da Empresa e aos interesses dos seus acionistas e adota as disposições do Código de Governança Empresarial QCA. Clique aqui para ver a Declaração de Governança Empresarial da Empresa. A Empresa é membro da Quoted Companies Alliance

Estas informações foram divulgadas de acordo com a Regra AIM 26 para Empresas. Última atualização: 26 de Setembro de 2022

O nosso Propósito

Permitir a transição energética da Europa de forma responsável

A nossa visão

Facilitar a transição da Europa para a energia sustentável.

A nossa missão

Ser o fornecedor de eleição de lítio europeu. Como operador justo e responsável neutro em termos de carbono, iremos elevar as perceções do nosso sector.

Conselho de Administração

O Conselho é responsável pela formulação e aprovação dos objetivos e metas de direção estratégica da Empresa, bem como orientar a gestão na implementação desta estratégia em benefício dos acionistas.

O Conselho é composto pelo Presidente:

Não Executivo - Matthew King

Os Administradores não Executivos - Dale Ferguson (Diretor Técnico e CEO Interino)

Mary Jo Jacobi, James Leahy, Manohar Pundalik Shenoy, Imad Kamal Abdul Redha Sultan, Diogo Antonio da Silveira

O Conselho acredita que os Administradores fornecem uma combinação adequada para conduzir os negócios da Empresa.

Comités

Constituído por Manohar Shenoy (Committee Chairman), Mary Jo Jacobi and Diogo Antonio da Silveira

Constituído por James Leahy (Committee Chairman), Manohar Shenoy and Diogo Antonio da Silveira

Constituído por Matthew King (Committee Chairman) and Dale Ferguson

Constituído por Matthew King (Committee Chairman), Mary Jo Jacobi and Imad Sultan

Nenhuma remuneração adicional é paga pela participação nestes comités.

Podem ser formados ocasionalmente subcomités adicionais do Conselho para fins específicos e podem ser convidados terceiros a participar nos mesmos, como membros ex officio, caso a sua experiência específica seja considerada desejável.

Política Antissuborno e Anticorrupção

É política da Empresa desenvolver as suas atividades de forma honesta e sem recurso a práticas corruptas ou atos de suborno para obter uma vantagem injusta, em conformidade com a Lei do Suborno do Reino Unido de 2010. Adotamos uma abordagem de tolerância zero ao suborno e à corrupção, comprometendo-se a agir com profissionalismo, justiça e integridade em todas as suas atividades e relações onde quer que operemos, implementando e aplicando sistemas eficazes para combater o suborno e a corrupção.

O suborno é definido como a oferta, promessa ou doação de um suborno ou vantagem financeira ou outra; solicitar, concordar em receber ou aceitar um suborno ou vantagem financeira ou outra; ou solicitar uma vantagem como um incentivo para uma ação que seja ilegal ou uma quebra de confiança. É igualmente considerado crime o ato de subornar um agente público estrangeiro para obter ou reter negócios ou obter uma vantagem aquando da realização de negócios.

O suborno e a corrupção são puníveis para indivíduos com até dez anos de prisão e se for constatado que participámos em atos de corrupção, podemos enfrentar uma coima ilimitada, ser excluídos de licitações para contratos públicos e sofrer danos na nossa reputação. Como tal, levamos as nossas responsabilidades legais muito a sério.

Esta política aplica-se a todos os indivíduos que trabalham em todos os níveis e graus, incluindo gestores superiores, executivos, administradores, funcionários (sejam efetivos, temporários ou estagiários), consultores, contratantes, formandos, funcionários destacados, em teletrabalho, trabalhadores informais e funcionários de agências, voluntários, assistentes, agentes, patrocinadores ou qualquer outra pessoa associada a nós, ou qualquer uma das nossas subsidiárias ou os seus funcionários, onde quer que se localize.

Esta política abrange todos os negócios e transações da Empresa em todos os países em que opera.

Saúde, Segurança, Ambiente e Responsabilidade Social

A Savannah Resources está comprometida em proporcionar um ambiente de trabalho seguro para todos os seus funcionários e em gerir, de forma responsável, todas as interações ambientais das suas atividades.

Para cumprir esses objetivos, o Grupo Savannah desenvolveu uma política de Saúde, Segurança, Ambiente e Comunidade (“SSAC”), aplicável a todas as atividades da empresa em Portugal.

A Savannah está comprometida com a implementação de um elevado padrão de gestão e cumprimento da SSAC, desde a exploração passando pela produção até ao eventual fecho da mina. A nossa equipa de campo é responsável pelo cumprimento da política SSAC, e os nossos Administradores, Executivos e Funcionários são responsáveis e responsabilizados pelo cumprimento da SSAC da Savannah.

Assumimos os seguintes compromissos específicos com a SSAC:

  • Providenciamos a todos os funcionários formação em saúde e segurança conforme necessário e aplicável
  • Tomamos todas as medidas necessárias para minimizar os ferimentos no local de trabalho aos nossos funcionários
  • Estabelecemos programas de consultoria e gestão para a prevenção de doenças transmissíveis dos nossos funcionários
  • Cumprimos todas as legislações, regulamentos e normas adequadas ao sector aplicáveis
  • Avaliamos os efeitos positivos e negativos das nossas atividades, desde a exploração até à produção, e mesmo o eventual encerramento
  • Apoiamos as políticas e os procedimentos locais que minimizam, ou eliminam, os efeitos negativos das nossas atividades sobre o ambiente e as comunidades
  • Monitorizamos a nossa utilização de recursos naturais e, principalmente, o uso de energia, água e recursos terrestres
  • Trabalhamos para compreender o que é importante para as comunidades em que operamos e adotamos procedimentos de comunicação, consulta e divulgação que têm em consideração todas as partes interessadas
  • Trabalhamos para estabelecer relações de desenvolvimento sustentável nas comunidades sociais, governamentais e empresariais onde operamos
  • Promovemos padrões elevados em todas as questões relacionadas com a saúde, segurança, ambiente e comunidade em todas as etapas do ciclo de mineração
  • Esforçamo-nos por promover os princípios e práticas do desenvolvimento sustentável onde quer que tenhamos uma pegada empresarial, seja na exploração em fase inicial ou no desenvolvimento avançado de projetos