Share price at 11:00

-0.15 - -5.45%

Share price information delayed at least 15 minutes

Electric car charting port

E-mobilidade na Europa

A Europa está a investir num sector competitivo e sustentável de fabrico de baterias

"A Europa está a investir num sector competitivo e sustentável de fabrico de baterias. Queremos fornecer uma estrutura que inclua o acesso seguro a matérias-primas, apoio à inovação tecnológica e regras consistentes na produção de baterias. Prevemos uma forte indústria de baterias que contribua para a economia circular e mobilidade limpa."

- Comissária Europeia Elżbieta Bieńkowska

Transição de e-mobilidade impulsionada pela legislação sobre alterações climáticas

Nos seus esforços para combater as alterações climáticas, a UE estabeleceu o objetivo de alcançar a neutralidade carbónica até 2050. Atualmente, o sector dos transportes é responsável por mais de 25 % das emissões de CO2 da UE, incluindo 20 % proveniente do transporte rodoviário, e é o único grande sector da economia que tem visto as emissões de CO2 aumentar desde 1990. Como parte das suas metas políticas mais amplas relativas ao ambiente, a UE está a implementar uma legislação cada vez mais rigorosa sobre o sector de transportes para reduzir substancialmente as suas emissões na próxima década, enquanto qualquer fabricante que não cumpra os objetivos relevantes pode esperar coimas significativas.

Emissões de CO2 da UE por sector (nível de 1990 = 100)::

  • Energy Industries
  • Industry
  • Residential and services
  • Agriculture
  • Transport
  • Other
  • Total

Transport accounts for 27% of total EU CO₂ emissions including 20% from road transport alone

Source: The EU, company

Metas de emissão de CO2 de veículos da UE até 2030 (indexadas a 100)::

  • Passenger cars
  • Light commercial vehicles (vans)
  • Heavy duty vehicles

By 2030 (vs. 1st target):

  • Cars: -68%
  • Vans: -42%
  • Trucks/buses: -30%

Source: The EU, company

FACTBOX - O sector automóvel na economia europeia

O sector automóvel da região é uma parte importante da economia da Europa. O sector emprega (direta e indiretamente) 14,6 milhões de pessoas, equivalente a 6,7 % de todos os empregos na UE, gerando um volume de negócios equivalente a 7 % do PIB total da UE e um superavit comercial de 74 mil milhões de euros. Existem mais de 226 fábricas de montagem de veículos espalhadas por 27 países da região, produzindo mais de 18,5 milhões de veículos por ano para o mercado local e exportação. O sector é também o maior investidor da UE em I+D, gastando cerca de 61 mil milhões de euros por ano, o equivalente a 28 % do total de despesas em I+D na área.

A Europa já está estabelecida como um importante mercado de VE

A Europa já é o segundo maior mercado de VE globalmente, com 2,33 milhões de veículos plug-in vendidos em 2021. Já foram alcançadas taxas de penetração significativas em vários países europeus, com uma taxa de penetração global de 17 % em toda a UE e EFTA no ano passado.

Impulsionados pela legislação e a procura dos consumidores, os fabricantes europeus de automóveis estão a investir fortemente no reequipamento de fábricas, na aquisição de materiais de baterias e no desenvolvimento de extensas gamas de novos modelos para levar os veículos elétricos aos mercados de massa para veículos de passageiros e comerciais. Em geral, o número de modelos de VE disponíveis para compradores europeus deverá aumentar de cerca de 100 atualmente para mais de 300 até 2025.

Com a perspetiva do aumento da procura por lítio em todos os principais mercados do mundo, e a previsão de a oferta estar sob pressão para manter o ritmo, os utilizadores finais da UE e da Europa estão interessados em catalisar o desenvolvimento de um sector de fornecimento de lítio local dedicado, fundado em matérias-primas de fontes sustentáveis e bem geridas na região. O projeto Lítio do Barroso da Savannah, o projeto mais significativo de espodumena da UE, encontra-se idealmente posicionado para contribuir para esse aumento da procura. Beneficiando de uma excelente infraestrutura local no norte de Portugal, o Projeto Lítio do Barroso poderia fornecer até 200 000 t por ano de concentrado de lítio de alta qualidade, de grau químico, que seria o primeiro passo na produção de LIB para uso no sector automóvel europeu. A produção anual de concentrado da Savannah forneceria lítio suficiente para aproximadamente 0,5 milhões de conjuntos de baterias.